publicidade
publicidade
 
 
 
 
publicidade
 
 
l12 imagens
 
 
publicidade
 
Resultado da busca pela categoria "brasil":
19.Jan.2018 | 18:50
 
Fernando Collor anuncia que será candidato a presidente
 

Foto: Reprodução.
 

Fernando Collor de Mello (/assuntos/fernando-collor-de-mello) (PTC), ex-presidente e atual senador por Alagoas (/assuntos/alagoas), anunciou que é pré- candidato à Presidência da República em 2018. Ele fez o anúncio em entrevista à rádio Gazeta de Arapiraca (AL), pertencente ao grupo de comunicação de sua família em Alagoas. Segundo Collor, existe um “vácuo” entre os possíveis concorrentes ao Planalto, com Lula na extrema esquerda e Jair Bolsonaro na extrema direita. "Tenho uma vantagem em relação a alguns candidatos porque já presidi o país. Meu partido todos conhecem, sabem o modo como eu penso e ajo para atingir os objetivos que a população deseja para a melhoria de sua qualidade de vida", armou. Após ganhar as eleições de 1989 em um segundo turno disputado contra Lula, Collor presidiu o País entre 1990 e 1992. Ele se tornou o primeiro presidente a sofrer impeachment, assumindo em seu lugar o vice, Itamar Franco. 

 

 


 
 
(1) comentário(s)
16.Jan.2018 | 07:58
 
Governo estima fazer 1,2 milhão de perícias em benefícios pagos pelo INSS; 226 mil auxílios-doença já foram cortados
 

Foto: Divulgação.
 

O governo federal estima fazer até o fim deste ano 1,2 milhão de perícias em benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), informou ao G1 o ministro interino do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame (veja no vídeo acima). O pente-fino nos auxílios-doença e nas aposentadorias por invalidezfoi anunciado em 2016 e, segundo Beltrame, foram feitas até dezembro do ano passado 249,8 mil perícias, que resultaram no cancelamento de 226,2 mil auxílios-doença. Quando a revisão foi anunciada, o governo informou que o objetivo era "colocar uma tampa sobre os ralos que estão abertos", de forma a eliminar pagamentos a pessoas que não têm direito a receber benefício. O governo iniciou em agosto de 2016 o pente-fino nos benefícios por incapacidade pagos pelo INSS. Até o momento, a revisão priorizou o auxílio-doença, nos casos de pessoas que há mais de dois anos não passam por revisão médica no INSS. A consulta de revisão é obrigatória e atesta se permanece ou não a condição que impede o beneficiário de trabalhar. Já no caso da aposentadoria por invalidez, deve passar pela revisão quem tem menos de 60 anos de idade e está há dois anos ou mais sem passar por perícia. Ficam de fora pessoas com mais de 60 anos e quem tiver 55 anos e receber o benefício há pelo menos 15 anos. O beneficiário incluído no pente-fino recebe uma carta de convocação. Depois da notificação, tem até cinco dias úteis para agendar a perícia pela Central de Antedimento da Previdência Social, no telefone 135. Caso contrário, o benefício fica suspenso até a regularização da situação. A partir do bloqueio, o beneficiário tem mais 60 dias para marcar a perícia. Se não procurar o INSS, o benefício será cancelado. (G1).

 


 
 
(0) comentário(s)
11.Jan.2018 | 21:54
 
PCC financia igrejas e pode influenciar eleição, afirma especialista
 

 

O desembargador aposentado Wálter Maierovitch, que se dedica a estudar a ação de organizações criminosas, afirma que o fortalecimento do Primeiro Comando da Capital (PCC) e o aumento de conflitos entre as gangue podem ter impacto no resultado das eleições deste ano. Maierovitch explicou em entrevista à 'BBC' que o PCC - maior facção do Brasil - ainda não alcançou a importância econômico de antigos grupos mafiosos italianos ou de cartéis colombianos e marroquinos, mas vem expandido a sua atuação e tem força suficiente para influenciar as próximas eleições. O especialista cita que há relatos de que o grupo paulista patrocine eventos de igrejas na periferia de São Paulo. De acordo com ele, facções criminosas costumam se infiltrar no poder político para fazer acordos que reduzam a repressão policial, o que, segundo ele, já acontece na periferia da capital paulista. "A polícia não vai à periferia, onde o PCC atua livre, leve e solto. Há uma lei do silêncio na periferia de São Paulo", explicou. Em nota ao site, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo contestou a afirmação. O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, e o ministro do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência, Sérgio Etchegoyen, já demonstraram essa preocupação. Para ambos, o fim da possibilidade de empresas fazerem doações para campanhas eleitorais abre espaço para que o crime organizado financie candidatos por fora. Wálter Maierovitch é ítalo-brasileiro e será candidato a deputado do Parlamento italiano nas próximas eleições, em março.


 
 
(1) comentário(s)
09.Jan.2018 | 13:31
 
São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia vão adotar vacina fracionada da febre amarela
 

 

O Ministério da Saúde anunciou nesta terça-feira (9) que os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia vão adotar a dose fracionada da vacina contra a febre amarela. Com a divisão, uma dose que antes era aplicada em uma só pessoa será destinada para quatro. Segundo o Ministério da Saúde, uma mesma dose poderia servir para até cinco pessoas — mas o governo irá trabalhar com uma "margem de segurança". Testes da Fiocruz indicaram que uma dose de 0,1ml (a dose padrão é de 0,5 ml) garante a imunidade por oito anos. No entanto, a dose fracionada não será destinada a todos, diz a pasta. Crianças de 9 meses a até 2 anos, pessoas com condições clínicas específicas (como pacientes com HIV/Aids), gestantes e viajantes internacionais vão continuar tomando a dose padrão. Segundo Renato Kfouri, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), a dose padrão será mantida nessas populações porque elas já possuem dificuldade de desenvolver resposta imunológica à vacina padrão. "Faz sentido manter a dose inteira, já que são populações que normalmente não respondem bem à vacina", comenta. Um outro motivo é que não foram desenvolvidos estudos específicos nesses grupos para atestar a eficácia do imunizante. Já no caso dos viajantes, a vacina padrão será mantida porque não há regulamentação internacional da Organização Mundial de Saúde para as doses fracionadas em caso de viagem. A meta do governo é vacinar 19,7 milhões de pessoas em 75 municípios destes estados. Ao todo, 15 milhões receberão a dose fracionada da vacina e outras 4,7 milhões, a dose padrão. (g1).


 
 
(0) comentário(s)
06.Jan.2018 | 07:59
 
Deputado Jair Bolsonaro anuncia filiação ao PSL
 

Foto: Reprodução.
 

O deputado Jair Bolsonaro (RJ) e o presidente nacional do PSL (Partido Social Liberal), Luciano Bivar, divulgaram nesta sexta-feira (5) uma nota assinada por ambos na qual informam sobre a filiação do parlamentar ao partido. De acordo com a nota (veja a íntegra ao final desta reportagem), com a filiação, Bolsonaro, atualmente no PSC (Partido Social Cristão), passa a ser o pré-candidato do PSL à Presidência da República. "É com muito orgulho que o PSL recebe o deputado Jair Bolsonaro e sua pré-candidatura à Presidência da República. Outrossim, é com muita honra que o deputado se sente abrigado pela legenda e muito à vontade em um partido onde existe total comunhão de pensamentos", diz o texto da nota. Segundo a nota, Bolsonaro e Bivar consideram "prioridades para o futuro do país" o pensamento econômico liberal, o direito à propriedade privada e a valorização das Forças Armadas e de segurança.


 
 
(1) comentário(s)
05.Jan.2018 | 13:32
 
Quase 350 mil cadastros do Bolsa Família foram fraudados, diz auditoria
 

Foto: Reprodução.
 

Uma auditoria da Controladoria-geral da União (CGU) localizou 346 mil cadastros fraudados no Programa Bolsa Família. Segundo o relatório divulgado nesta quinta-feira (4), mais de 2,5 milhões de famílias recebiam o benefício mesmo com indícios de “inconsistência cadastral”, o que teria gerado prejuízo de R$ 1,3 bilhão aos cofres públicos em pagamentos irregulares. O Bolsa Família foi criado em 2003, na gestão de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), para atender famílias em condições de extrema pobreza. Apenas famílias com renda de até R$ 170 por pessoa tinham direito benefício. Essa auditoria da CGU identificou 5,2 mil famílias que tinham renda maior do que dois salários mínimos (R$ 1.874) e, mesmo assim, recebiam a bolsa. No documento, o órgão afirma que, se as fraudes forem comprovadas, as famílias estarão sujeitas a “sanções legais, tais como devolução de valor, impossibilidade de retornar ao programa por um ano, sem prejuízo da responsabilização criminal”. “O Ministério de Desenvolvimento Social aplicou o bloqueio dos benefícios para os casos em que as famílias tiveram renda per capita inconsistente”, diz a pasta. A CGU recomendou também na auditoria que o controle de cadastro de famílias ao Programa Bolsa Família seja aperfeiçoado pelo Ministério de Desenvolvimento Social.


 
 
(0) comentário(s)
05.Jan.2018 | 13:20
 
Ratinho se envolve em polêmica após dizer que novelas da Globo “têm muito viado”
 

 

Apresentador do SBT, Carlos Massa, o Ratinho, causou polêmica após dizer que as novelas da Globo “tem muito viado” atualmente. A declaração de Ratinho foi feita em vídeo publicado em seu perfil oficial no Instagram com a legenda “Exagero de viado”, nesta quarta-feira (03). “Eu tava vendo uma novela aqui da Globo, negócio de cangaceiro…A gente tem que olhar, tá concorrendo com a gente. Mas a Globo colocou viado até em filme de cangaceiro. Naquele tempo não tinha viado, não. Você acha que tinha viado naquele tempo?”, declarou ele, se referindo ao filme Entre Irmãs, exibido pela Globo em formato de minissérie. “É muito viado. É viado às seis horas da tarde, é viado às oito da noite, é viado às nove da noite, é viado às dez da noite. Mas é muito viado. Eu não sei o que tá acontecendo. Não tem tanto viado assim, ou tem? Será?”, acrescentou o apresentador (veja o post no final da publicação). A opinião de Ratinho causou polêmica. Ele foi defendido por alguns internautas, mas criticado por muitos outros que reagiram contrários à sua fala. “Quando a sexualidade dos outros incomoda demais a sua vida, o problema é com você. Ratinho você tem uma voz que o Brasil todo ouve, e em um país que mais mata pessoas LGBT todos os anos, você deveria usar essa voz para propagar amor e tolerância. De ódio já temos muito. Pensa nas pessoas que estão criando coragem pra sair do armário , se elas vêem um vídeo desse imagina a dor que é, pessoas desistem da própria vida por medo de se assumir. Então não crie polêmica pra ter mídia se isso pode colocar a felicidade dos outros em risco”, escreveu um usuário da rede social.
 


 
 
(0) comentário(s)
05.Jan.2018 | 13:10
 
Indústria cresce 4,7% e tem melhor novembro desde 2010
 

 

A produção da indústria brasileira cresceu 4,7% em novembro de 2017 frente a igual mês do ano anterior, divulgou nesta sexta-feira (5) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foi a sétima taxa positiva consecutiva nessa base de comparação e a maior para novembro desde 2010, quando o avanço havia sido de 5,3%. Na comparação com outubro, na série com ajustes sazonais, a atividade industrial aumentou 0,2%, o terceiro número positivo seguido. Com isso, o ganho acumulado chegou a 0,9% em três meses. O IBGE revisou o dado de outubro de uma alta de 0,2% para 0,3% na comparação com o mês imediatamente anterior. Segundo o gerente da Coordenação de Indústria do IBGE, André Macedo, os três resultados positivos seguidos, de setembro a outubro, têm influência sazonal, considerando o natal, além de uma relação direta com a melhora da economia de modo geral.


 
 
(0) comentário(s)
29.Dez.2017 | 15:12
 
Temer assina decreto definindo salário mínimo de 2018 em R$ 954
 

 

O presidente da República, Michel Temer, assinou nesta sexta-feira (29) decreto que fixa em R$ 954 o valor do salário mínimo em 2018, aumento de R$ 17 em relação ao valor em vigor. Atualmente, o salário mínimo está em R$ 937. A medida será publicada ainda nesta sexta em edição extra do "Diário Oficial da União". O reajuste valerá a partir de 1º de janeiro. O reajuste do salário mínimo em 2018 é o menor em 24 anos. Também é menor do que a estimativa que havia sido aprovada pelo Congresso Nacional, de R$ 965. Com isso, o governo prevê economizar R$ 3,3 bilhões no ano que vem. O decreto presidencial estabelece ainda que o valor diário do salário mínimo corresponderá a R$ 31,8, e o valor horário, a R$ 4,34. O valor de R$ 954 que valerá para 2018 é 1,81% maior que os R$ 937 do salário mínimo de 2017. Cerca de 45 milhões de pessoas no Brasil recebem salário mínimo, entre aposentados e pensionistas, cujos benefícios são, ao menos em parte, pagos pelo governo federal.


 
 
(0) comentário(s)
27.Dez.2017 | 11:00
 
Dedim Gouveia fala da polêmica nas redes sociais e nega ter agredido músico da banda
 

 

Envolvido em uma polêmica nas redes sociais e acusado de ter agredido um músico de sua banda, o sanfoneiro e forrozeiro Dedim Gouveia rebate a versão. Em entrevista EXCLUSIVA ao Cearanews7, na tarde desta terça-feira (26), Dedim se defende. O fato ocorreu no fim de semana prolongado do Natal durante o show do cantor, músico e ex-apresentador de TV, em um clube na cidade de Boa Viagem. Ele teria agredido seu sanfoneiro com o próprio microfone causando um golpe na cabeça do músico, que lhe rendeu alguns pontos. Nesta terça, Dedim se apresentou espontaneamente à Polícia Civil em Fortaleza e prestou um Boletim de Ocorrência, quando narrou o que aconteceu. (Ceará News7)

 

 
 
(0) comentário(s)
27.Dez.2017 | 09:41
 
Dedim Gouveia acusado de agredir músico em cima do palco durante show em Boa Viagem
 

 

O que poderia ser mais uma apresentação ao longo dos últimos sete anos na banda do renomado sanfoneiro Dedim Gouveia, terminou de forma violenta para o jovem músico Denilson Félix. Durante show realizado no município de Boa Viagem, o dono da banda teria errado a entrada de uma das músicas, o que obrigou Denilson a subir o tom na sanfona. Irritado com a atitude, Dedim Gouveia partiu para cima do empregado, agredindo-o com o microfone na cabeça. Com ferimento exposto e sangrando muito, Denilson foi socorrido por expectadores para o Hospital Municipal Adília Maria, e não recebeu nenhuma assistência da banda, que retornou para Fortaleza após o ocorrido. As informações foram confirmadas por testemunhas que acompanharam toda a ação e uma das pessoas que socorreu o músico. Nas redes sociais, a esposa de Denilson também revelou o que aconteceu, e pede Justiça para o músico acusado de agredir o marido.


 
 
(0) comentário(s)
22.Dez.2017 | 09:18
 
Sancionada lei que aumenta pena para motorista que dirigir sob efeito de álcool
 

Foto: L12 Sudoeste.
 

Para aqueles que gostam de passear de carro pela cidade após ingerir algumas doses de bebida alcoólica, cuidado! Foi publicada nesta quarta-feira (20) a lei que aumenta pena contra motorista que dirigir alcoolizado ou sob o efeito de qualquer outra substância psicoativa. A pena passa a ser de reclusão de 5 a 8 anos, além da suspensão ou proibição do direito de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo. A nova regra entra em vigor em 120 dias. Antes, o tempo de detenção para quem dirigisse alcoolizado era de dois a quatro anos. A nova legislação também fixa que, se do crime de dirigir sob efeito dessas substâncias resultar lesão corporal de natureza grave ou gravíssima, o condutor terá como pena a reclusão de dois a cinco anos, além de outras possíveis sanções. No caso de ocorrer homicídio culposo, a legislação já previa o aumento de um terço da pena. A diferença entre detenção e reclusão é um reforço punitivo contido no projeto sancionado hoje. No caso da detenção, as medidas são, em geral, cumpridas no regime aberto ou semiaberto. Já a reclusão é a mais severa entre as penas privativas de liberdade, pois é destinada a crimes dolosos - quando há intenção de matar. 


 
 
(0) comentário(s)
20.Dez.2017 | 04:51
 
Marcelo Odebrecht deixa a cadeia e volta a viver em sua mansão
 

© REUTERS/ Rodolfo Burher
 

Nesta terça-feira, Marcelo Odebrecht, herdeiro de uma das maiores empreiteiras brasileiras e um dos pivôs do escândalo de corrupção da Lava Jato, deixou a cadeia e foi transferido para prisão domiciliar em sua mansão, em São Paulo-SP. O empresário de 49 anos estava preso em Curitiba-PR há dois anos e meio. Marcelo Odebrecht deixou a capital paranaense em um voo comercial utilizando uma tornozeleira eletrônica, segundo informações da AFP. Odebrecht ainda tem mais sete anos e meio de sentença para cumprir. Ele foi condenado por organizar um sistema de corrupção de políticos no Brasil para aumentar a influência e o número de contratos da Odebrecht. O escândalo da Lava Jato alcançou nomes, inclusive, de aliados do presidente Michel Temer, aumentando a pressão sobre sua gestão. A investigação da Polícia Federal brasileira também teve impacto no exterior, como no caso do presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynsky, que pode enfrentar uma tentativa de impeachment esta semana devido a supostos subornos que ele teria recebido da empresa. Já no Equador, a investigação revelou o envolvimento do vice-presidente em caso semelhante, o que lhe causou uma condenação de seis anos de prisão na semana passada. A Odebrecht S.A. tem sido uma das empresas mais bem sucedidas do Brasil, com obras desde a arena do Miami Heat, time de basquete dos Estados Unidos, a uma represa hidrelétrica em Angola. Antes do envolvimento no escândalo, Marcelo Odebrecht era considerado um dos homens mais influentes do país.


 
 
(1) comentário(s)
18.Dez.2017 | 12:33
 
Cunhado de Ana Hickmann pode pegar até 20 anos de prisão por morte de agressor
 

 

O Ministério Público de Minas Gerais vai pedir pena de 6 a 20 anos de prisão para o cunhado da apresentadora Ana Hickmann, Gustavo Correa, pela morte do suposto fã da estrela, Rodrigo Augusto de Pádua, em um hotel da zona sul de Belo Horizonte em 21 de maio do ano passado. A defesa alega legítima defesa. O promotor Francisco Santiago, do II Tribunal do Júri da capital, afirma que houve homicídio simples. “A pessoa já havia sido dominada e levou três tiros na nuca”, diz. Sobre possíveis críticas que possa sofrer, o promotor diz não se incomodar. “Tenho que me ater ao que minha consciência manda. Nesta segunda-feira, 18, acontece no Fórum Lafayette, a segunda audiência de instrução do processo. Ao final dessa fase, e a partir das alegações finais, ocorrerá a decisão sobre a ida ou não de Correa a júri popular. Será ouvido na capital o irmão de Rodrigo, Helisson Augusto de Pádua, que morava em Belo Horizonte à época e reconheceu o corpo do parente. Está previsto ainda o depoimento de Correa. O cunhado da apresentadora chegou há pouco ao fórum e disse que só falará com a imprensa depois da audiência. A apresentadora Ana Hickmann não está no local. Na chegada ao fórum, Helisson afirmou que o irmão poderia estar vivo. “O início da ação era uma coisa. O final, outra. Se a justiça está denunciando, é por ter provas suficientes de que o que aconteceu passou dos limites. Não estou justificando o jeito como ele chegou (ao hotel). Mas meu irmão poderia estar vivo”. Rodrigo, que era de Juiz de Fora, na Zona da Mata, se hospedou à época no mesmo hotel em que a apresentadora estava. Hickmann viajou a Belo Horizonte para lançamento de produto de sua marca. Depois do almoço, Rodrigo, armado, rendeu o cunhado da apresentadora no lobby do hotel e o obrigou a levá-lo até o quarto da apresentadora, que  estava com sua assessora, Giovana Oliveira. Rodrigo disse aos três que ficassem de costas e passou a xingar Hickmann. Em seguida, fez disparos. Gustavo reagiu, começou a lutar com Rodrigo e o matou utilizando a arma do suposto fã. Um tiro dado por Rodrigo acertou a Giovana, que chegou a ficar internada em hospitais de Belo Horizonte e São Paulo. Fonte: IstoÉ).


 
 
(0) comentário(s)
15.Dez.2017 | 06:05
 
Temer deve ter alta na manhã desta sexta, diz médico Roberto Kalil Filho
 

Foto: Reprodução.
 

O médico Roberto Kalil Filho afirmou nesta quinta-feira (14) que o presidente Michel Temer (PMDB) deve ter alta na manhã desta sexta-feira (15). Temer foi submetido na quarta a um procedimento de desobstrução da uretra no Hospital Sírio-Libanês, no Centro de São Paulo. Segundo nota da assessoria de imprensa da Presidência, Temer se recuperou bem do procedimento nesta quarta-feira (13), mas permanecerá no hospital até esta sexta. "Teoricamente não há nenhuma contraindicação. Tudo normal. Vai cumprir uma agenda normal", disse o médico. De acordo com Kalil Filho, Temer deve ficar até três semanas com sonda e deverá adiar viagem marcada para a Ásia, como adiantou a jornalista Andréia Sadi em seu blog. "Não é minha área, mas, como vai ficar três semanas com a sonda, a minha orientação foi de adiar a viagem", disse.A equipe médica ainda não decidiu que tipo de sonda será utilizada. “Do ponto de vista médico, a bolsa coletora é melhor”, disse o urologista Miguel Srougi. Segundo ele, a bolsa é colocada junto a perna e não impede a locomoção. “O ideal é que a bexiga fique sempre livre, com a urina fluindo continuamente.” Ainda segundo o urologista, o presidente percebeu o problema há 15 dias. "Ele estava com dificuldade para urinar. Conversamos, ele fez exame de urina essa semana e essa dificuldade aumentou muito”, disse. “Foi passado um aparelho ontem, a uretra estava muito fechada. Fiz uma incisão. O canal fecha, a gente corta e faz essa incisão, uma coisa muito simples, muito fácil de ser fazer”, detalhou sobre o procedimento de quarta. (G1).


 
 
(0) comentário(s)
 
  • :
 
 
 
comentários
 
Joesley afirma que pagava mesada de R$ 50 mil para Aécio por meio de rádio
José Sinval
E a ladrona, a corrupta, a bandido era a Dilma. Agora quem estava do lado dele se aparece para defendo-lo....
 
46ª CIPM aplica novo curriculum do PROERD “Caindo na Real” em Rio de Contas e Dom Basílio
Leyde Caires
Projeto Maravilhoso e muito produtivo. Parabéns aos envolvidos.
 
Palmas de Monte Alto: Família procura por adolescente de 14 anos desaparecida
Antonio Pereira Silva
Impressionante a constante presença dessa pequena cidade do interior baiano nas manchetes dos veículos...
 
Criança de Abaíra realiza sonho com aniversário temático da PM
Oli
Ai que bonitinho. Teve até carrinho de viatura policial. Esse até eu quero. Parabéns para guria pelo...
 
 
 
publicidade
 
 
arquivos
 
 
 
 
L12 Notícias © 2010-2018. Todos os direitos reservados.
 [email protected]