publicidade
publicidade
 
 
 
 
publicidade
 
 
l12 imagens
 
 
publicidade
07.Nov.2017 | 12:39
 
PF faz operação que afasta três prefeitos da Bahia por fraudarem R$ 200 milhões em contratos
 

Foto: Reprodução.
 

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira, 7, a Operação Fraternos. O objetivo da ação é desarticular um esquema criado por prefeitos parentes entre si, responsáveis por fraudes em licitações nas Prefeituras de Eunápolis, Santa Cruz Cabrália e Porto Seguro, todas no extremo sul da Bahia. Os contratos fraudados somam aproximadamente R$ 200 milhões. Há mandados de condução coercitiva e ordens de afastamento do cargo contra os prefeitos Claudia Oliveira (PSD), de Porto Seguro, Agnelo Santos (PSD), de Santa Cruz Cabrália, e Roberio Oliveira (PSD), de Eunápolis. Em nota, a PF informou que cerca de 250 policiais federais, com apoio de 25 auditores da Controladoria-Geral da União e de membros do Ministério Público Federal, cumprem, nos estados da Bahia, São Paulo e Minas Gerais, 21 mandados de prisão temporária, 18 de condução coercitiva e 42 de busca e apreensão, expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região. As investigações apontam que as prefeituras envolvidas contratavam empresas relacionadas ao grupo familiar para fraudar licitações, simulando a competição entre elas. Após a contratação, parte do dinheiro repassado pelas Prefeituras era desviado, utilizando-se de “contas de passagem” em nomes de terceiros para dificultar a identificação do destinatário final dos valores arrecadados, que, em regra, retornavam para membros da organização criminosa, inclusive através repasses a empresa de um dos prefeitos investigados. Essas mesmas empresas também eram utilizadas para a lavagem do dinheiro ilicitamente desviado. Em um dos casos investigados, foi observado que uma das empresas do esquema tinha como sócio um ex-funcionário de outra empresa do grupo criminoso, que teria investido 500 mil reais na integralização do capital. Os policiais federais descobriram, no entanto, que a renda mensal do ex-funcionário era de apenas R$ 800,00 à época. Os policiais identificaram uma verdadeira “ciranda da propina” na qual as empresas dos parentes revezavam as vitórias das licitações para camuflar o esquema e, em muitos casos, chegavam ao extremo de repassar a totalidade do valor contratado na mesma data do recebimento a outras empresas da família. Os investigados responderão pelos crimes de organização criminosa (Art. 2º, Lei 12.850/13), fraude à licitação (Art. 89 e 98, Lei 8.666/93), corrupção ativa e passiva (Arts. 317 e 333, CP) e lavagem de capitais (Art. 1º, Lei 9.613/98).


 
(2) comentário(s)
publicidade
 
comentários
 
José sinval escreveu: Logo logo vai chegar em livramento. Essa corja que está aí que se cuide. Att. Fui
09.Nov.2017
 
M. S. OLIVEIRA escreveu: Dizem que esses tinham assessoria jurídica infinita, como Gedeel e outros... Ficam brincado... quando a PF cai em cima: bloqueia bens, apreende documentos etc... na região sudoeste tem Prefeito desobedecendo a Lei, mantêm servidores temporários irregulares, desrespeita concurso, etc...etc... TA NA HORA DA PF RETORNAR A REGIÃO SUDOESTE/BA. VAMOS DENUNCIAR, POR QUE É ASSIM QUE FUNCIONA. DENUNCIAS... UMA HORA A JUSTIÇA MARCA PONTOS... ESPERAMOS A PF EM LIVRAMENTO TAMBÉM, VOCÊS VERÃO... AGUARDEM.
07.Nov.2017
 
 
 
Nome:
 
E-mail (não será divulgado):
 
 Mensagem:
 
 Código:
 
 
22.Nov.2017 - Com ida de Nilo para o PSB, Nelson Leal assumirá presidência do PSL na Bahia
22.Nov.2017 - Paramirim: Corpo de homem supostamente vítima de acidente é encontrado na zona rural
22.Nov.2017 - BLACK WEEK ÓTICAS SOL 50% DE DESCONTO EM TODA A LOJA!
22.Nov.2017 - Número de terremotos só aumentará, dizem cientistas
22.Nov.2017 - CONFIRA AS OFERTAS DA SEMANA NA CENTRAL DAS CARNES
22.Nov.2017 - Polícia Militar prende dois homens com tijolo de maconha no Bairro Estocada
22.Nov.2017 -
22.Nov.2017 - Temer diz que Alckmin pode ser defensor de seu ‘legado’ na Presidência
21.Nov.2017 - Livramento: Black Friday de Colchões Ortobom 2017 até 50% Desconto
21.Nov.2017 - Livramento: Ministério Público apura irregularidades em Processo Seletivo Simplificado Emergencial
  • :
 
 
 
comentários
 
Livramento: Ministério Público apura irregularidades em Processo Seletivo Simplificado Emergencial
Vitor Silva
Esse juiz e bom que Deus possa abençoar ele cada dia mais.
 
Câmara de Rio de Contas apoia "Caminhada Passos que Salvam"
Tapuia
pq que não apõem o calçamento nas sub-ruas do bairro olaria pra mim e os moradores andar, acrescenta...
 
Prefeitura de Brumado regulamenta Zona Azul em áreas públicas
Cleiton Souza
Resumindo, vai acabar com o comércio da cidade, que já não é bom. Quem vai na rua só pra dar uma volta...
 
Lula muda o discurso para ser alternativa a Bolsonaro
José Sinval
As vezes, pergunto-me se sou um verdadeiro insano ou alguns tipos de notícias que leio ou escuto tem...
 
 
 
publicidade
 
 
arquivos
 
 
 
 
L12 Notícias © 2010-2017. Todos os direitos reservados.
 sai@l12.com.br