publicidade
publicidade
 
 
 
 
publicidade
 
 
l12 imagens
 
 
publicidade
06.Ago.2019 | 02:08
 
Governo inaugura usina solar flutuante no reservatório de Sobradinho
 

 

O governo federal inaugurou hoje (5) a primeira etapa da usina solar fotovoltaica flutuante, que transforma a luz solar em energia elétrica, instalada pela Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) no reservatório da Usina Hidrelétrica de Sobradinho, na Bahia. O empreendimento aproveita a área represada do Rio São Francisco e tem capacidade de gerar de 1 megawatt-pico (MWp) de energia. O objetivo do governo federal é ampliar essa experiência, de instalar painéis solares em espelhos da água, para atrair investimentos privados e promover leilões de geração de energia renovável na área de transposição do Rio São Francisco. De acordo com os ministérios de Minas e Energia e do Desenvolvimento Regional, é possível elevar o potencial energético abrangido pelo Projeto de Integração do Rio São Francisco, estimado em 3,5 GigaWatts, e garantir recursos para o bombeamento das águas do rio, que hoje custam R$ 300 milhões por ano. “Esse solo escaldante e esse calor abundante é o que vão gerar energia para que os motores funcionem e irriguem o nosso sertão de verdade”, disse o presidente Jair Boslonaro, durante a inauguração da usina da Chesf. “Essa nova forma de buscar energia com placas fotovoltaicas em cima de um lago como esse aqui é bem-vindo ao Brasil”, completou. Bolsonaro destacou que, se todo o potencial do espelho d'água de Sobradinho fosse utilizado para energia solar fotovoltaica, seria possível gerar 60% mais energia do que as próprias turbinas da usina hidrelétrica. O reservatório de Sobradinho tem uma superfície de 4,2 mil quilômetros quadrados, com uma hidrelétrica capaz de gerar 1,05 mil MegaWatt. A experiência de placas solares flutuantes deve servir de modelo para o uso das placas ao longo dos 477 quilômetros canais de transposição, aquedutos e reservatórios. Além de gerar energia, as placas devem ajudar a reduzir a evaporação da água. As laterais dos canais também poderão ser implantadas placas solares. O governo destaca que, nos dois casos, tanto de usinas flutuantes quanto terrestres, não há necessidade de desapropriação de terras.


 
(0) comentário(s)
publicidade
 
comentários
 

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

 
 
Nome:
 
E-mail (não será divulgado):
 
 Mensagem:
 
 Código:
 
 
18.Ago.2019 - Livramento: Amigos e familiares lamentam a morte de "Tota da Oficina"
17.Ago.2019 - Mega-Sena pode pagar R$ 24 milhões neste sábado
17.Ago.2019 - Prevenção ao uso de drogas por gestantes recebe reforço financeiro
16.Ago.2019 - Confira a agenda do IME desta semana
16.Ago.2019 - Missa e procissão celebram o Dia da Padroeira em Livramento
13.Ago.2019 - Colégio Probo inova mais uma vez volta a ter aulas de Xadrez
13.Ago.2019 - Motorista fica ferido após carreta carregada com cimento tombar na BR-030
13.Ago.2019 - Comércio Brumadense alega queda nas vendas após implantação da Área Azul
13.Ago.2019 - GRANDE ANIVERSÁRIO ORTOBOM CONTÍNUA AINDA COM DESCONTOS DE ATÉ 50% EM LIVRAMENTO
12.Ago.2019 - Confira a agenda do IME desta semana
 
 
comentários
 
Colégio Probo inova mais uma vez volta a ter aulas de Xadrez
Olavo De Carvalho
Parabéns pela iniciativa! Livramento mostra sinais de tentar sair da ignorância cultural
 
Guerra entre postos faz preços de gasolina despencar em Jequié
Oli
Amo o CAPITALISMO SELVAGEM, concorrência brutal nos rende bons serviços, bons produtos com variedade...
 
EUA impõem sanções econômicas totais contra o governo da Venezuela
Oli
Parab?ns ao presidente Trump. ? macho para enfrentar os ditadores que ainda restam no mundo. Ditadores...
 
Barra da Estiva: MP recomenda que prefeitura anule contratações temporárias irregulares
Edivaldo Nascimento
Pois é. O MP deveria recomendar as convocações dos aprovados no ultimo concurso em Livramento, e, rever...
 
 
 
publicidade
 
 
arquivos
 
 
 
 
L12 Notícias © 2010-2019. Todos os direitos reservados.
 [email protected]