publicidade
publicidade
 
 
 
 
publicidade
 
 
l12 imagens
 
 
publicidade
20.Jan.2021 | 10:16
 
OMS alerta para 'falha moral catastrófica' com distribuição desigual de vacinas contra Covid-19
 

 

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou nesta segunda-feira que o mundo está à beira de uma "falha moral catastrófica" por conta de discrepâncias na distribuição de vacinas contra a Covid-19 pelo mundo. Adhanom reforçou os apelos para que países e farmacêuticas colaborem com uma divisão mais justa dos imunizantes entre nações mais pobres. Para o diretor-geral da entidade, a distribuição igualitária está sob "risco sério" às vésperas do início da operação da Covax Facility, coalizão internacional liderada pela OMS voltada para a universalização dos imunizantes contra a Covid-19. — (Essa disparidade) Pode atrasar as entregas da Covax e criar exatamente o cenário que a coalizão foi criada para evitar, com a venda (de vacinas) caótica, respostas coordenadas e a continuidade de rupturas sociais e econômicas — disse Adhanom durante o encontro anual do Comitê Executivo da OMS, realizado de forma virtual. O diretor-geral da organização lembrou que 44 acordos bilaterais foram assinados via Covax em 2020 e outros 12 já foram firmados neste ano. Para Adhanom, o problema deixará os mais pobres e vulneráveis sob risco, um erro cometido no passado durante as pandemias de H1N1 e HIV. — A abordagem do "eu primeiro" não apenas deixará os mais pobres e vulneráveis em risco, mas também é contraproducente. Em última instância, essas ações irão apenas prolongar a pandemia — afirmou. Para efeito de comparação, Adhanom citou que 39 milhões de doses já foram administradas em 49 países desenvolvidos, enquanto algumas nações pobres tiveram menos de 30. Um delegado de Burkina Faso, em nome dos países africanos, expressou preocupação com o fato de que poucos países concentraram boa parte dos estoques de vacinas. Na última sexta-feira, apelo semelhante foi feito pelo secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, que lamentou o "fracasso da solidariedade" diante da vacinação, criticando que países mais prósperos compram doses além de suas necessidades, "enquanto os mais pobres do mundo não têm nenhuma". Guterres também apontou que é "essencial" que os países se comprometam a compartilhar doses excessivas de vacinas. Em resposta ao apelo, o presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, disse no último domingo que reduziria ritmo de entrega das vacinas da Pfizer/BioNTech para compartilhar doses extras compradas com as nações mais pobres. López Obrador não deu detalhes sobre a magnitude da redução, a data de aplicação do corte, ou quando as vacinas serão respostas.


 
(1) comentário(s)
publicidade
 
comentários
 
Michele Oliveira Silva escreveu: Graças a Deus as crianças já estão reagindo bem e a vó das crianças também está bem 🙏
20.Jan.2021
 
 
 
Nome:
 
E-mail (não será divulgado):
 
 Mensagem:
 
 Código:
 
 
21.Fev.2021 - Jovem é morto a tiros no distrito de Cascavel em Ibicoara
21.Fev.2021 - Rui Costa amplia toque de recolher para 20h e horário de bares até 18h
20.Fev.2021 - Rui Costa diz que internações em UTIs batem recorde e toque de recolher pode ser ampliado na Bahia
18.Fev.2021 - Inscrição no novo auxílio emergencial de 2021 será feita com base no cadastro antigo
18.Fev.2021 - Livramento e mais 09 cidades sob responsabilidade da 46ª CIPM terão toque de recolher
15.Fev.2021 - Bahia registra 61 mortes e 2.584 novos casos de covid-19 em 24 horas
12.Fev.2021 - Novo auxílio deve ter 4 parcelas de R$ 250
12.Fev.2021 - Tanque Novo: Agências bancárias sofrem ação de assaltantes na madrugada
12.Fev.2021 - LISTA DE OFERTAS CENTRAL DAS CARNES
11.Fev.2021 - Livramento terá representante na elite do futebol; Atacante João Neto renova com o Fluminense até 2024
 
comentários
 
Livramento e mais 09 cidades sob responsabilidade da 46ª CIPM terão toque de recolher
José Sinval
Bom dia. Nas outras cidades, eu não posso afirmar se vão cumprir tal medida eu não seia. Mas em...
 
Novo auxílio deve ter 4 parcelas de R$ 250
Luciene Silva Freire Trindade
Terei direito ao auxílio emergencial parcela dezembro
 
Caetité: Bamin inicia produção de minério de ferro e prevê R$ 4 bilhões para ampliar capacidade
Andreia Silva De Jesus
Onde é esse lugar
 
Deixe-as ir, não corra atrás!
Nêm Do ônibus
Parabéns pelo texto, excelente!
 
 
 
publicidade
 
 
arquivos
 
 
 
 
L12 Notícias © 2010-2021. Todos os direitos reservados.
 sai@l12.com.br