23.Nov.2014 | 01:02
 
TCM reprova contas de Érico Cardoso; prefeitura gastou R$ 1,2 mi a mais do que arrecadou
 

Foto: Macaúbas On Off
 

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) rejeitou das contas da prefeitura da cidade de Érico Cardoso, da responsabilidade de João Paulo de Souza, referentes ao exercício de 2013, sendo imputada multa no valor de R$ 4 mil ao gestor pelas irregularidades remanescentes no relatório técnico. O município apresentou uma receita arrecadada na ordem de R$ 20.364.771,12 e despesas realizadas no montante de R$ 21.626.008,04, resultando em déficit orçamentário de R$1.261.236,92. O relator do parecer, conselheiro Raimundo Moreira, constatou diversas irregularidades em processos licitatórios, como procedimento de inexigibilidade sem respaldo legal e ausências de publicações de avisos e resultados de certames realizados, além de falhas na preparação dos demonstrativos e inconsistências nos registros contábeis. Os excessivos casos de inserções irregulares de dados no sistema Sistema Integrado de Gestão e Auditoria (SIGA) também prejudicaram o exame das contas. Já as contas da Câmara de Érico Cardoso relativas ao exercício de 2013 foram aprovadas com ressalvas pelo TCM com aplicação de multa no valor de R$ 800,00, apenas em virtude de falhas formais em processo licitatório e inserções irregulares de dados no sistema SIGA. (Reprodução Bahia Notícias).