11.Out.2017 | 15:55
 
"Meu foco é ser presidente pra acabar com a corrupção" diz ex-vereador de Jussiape acusado de estupros
 

Foto: Reprodução TV.
 
Após ser preso em São Paulo acusado de estuprar mulheres, o ex-verreador de Jussiape, Adson Muniz Santos, de 35 anos, se defendeu durante entrevista à impresa quando estava sendo conduzido pela polícia, dizendo nunca matou ninguém, tampouco nunca teria estuprado ninguém forçado. Assumiu ser a pessoa que aparece nas imagens divulgadas pela polícia e pela imprensa paulista. Ele teria se passado por um falso policial federal para render uma mulher, entrar em seu carro, circular com ela pela cidade durante três horas e, nesse período, estuprá-la e fazê-la sacar R$ 3 mil de um caixa eletrônico. "Eu, sim. Pelas imagens sou eu quem apareço, só que eu nunca matei ninguém, nunca estuprei ninguém forçado. Alguma coisa acontece na minha cabeça, mas meu coração é bom, porque ajudei muita gente quando fui vereador, minha cidade em peso pe testemunha. O meu foco é ser candidato a presidente, para acabar com a corrupção e que ninguém mate ninguém nesse país", disse Adson Muniz.

 

">